Blog

Desenvolvimento: cada criança tem seu tempo?

17/06/2021

“Cada criança tem seu tempo, desde que…”

Sabemos o quanto um diagnóstico precoce é determinante em casos de Transtorno do Espectro Autista (TEA), pois permitirá que sejam iniciadas o quanto antes as intervenções, possibilitando ganhos mais efetivos no desenvolvimento da criança e uma melhor qualidade de vida para ela e toda a sua família.

Além de conscientizarmos cada vez mais a sociedade a respeito do autismo, para que pais/responsáveis estejam, entre outros pontos, aptos a suspeitarem dos sinais de alerta para o TEA, necessitamos de profissionais com um olhar treinado para identificar quando algo relacionado ao desenvolvimento da criança não ocorre dentro do esperado.

Muitos pais ao “desconfiarem”de algum atraso ou comprometimento no desenvolvimento de seu filho costumam ouvir que “cada criança tem seu tempo”. De fato, características individuais devem sempre ser respeitadas, porém, “esse tempo” deve estar contido na curva de desenvolvimento típico, ou seja, dentro dos marcos do desenvolvimento (que são habilidades e comportamentos esperados e bem determinados para cada faixa etária).

Nesse sentido, vale destacar o importante papel dos pediatras que, respeitando as particularidades (características genéticas, clínicas, ambientais etc.) de cada criança, deverão, sobretudo, estar atentos aos marcos do desenvolvimento – cognitivo, motor, linguagem, social, e, diante de qualquer desvio nessa curva, encaminhar a criança o quanto antes para investigação e intervenção precoce.

Dra. Deborah Kerches

Dra. Deborah Kerches
Neuropediatria e Saúde Mental Infantojuvenil
Especialista em Transtorno do Espectro Autista (TEA)

Últimas publicações

Epilepsia e Autismo

Epilepsia e Autismo

Em torno de 30-38,2% das pessoas com autismo podem apresentar Epilepsia clínica ou subclínica (quando há padrão eletroencefalográfico compatível com epilepsia, porém sem crises clínicas observáveis). A prevalência é mais alta em estudos que incluíram adolescentes e...

ler mais
A Síndrome de Savant ou Savantismo

A Síndrome de Savant ou Savantismo

A Síndrome de Savant ou Savantismo é caracterizada por um distúrbio psíquico que faz com que algumas pessoas tenham habilidades extraordinárias em áreas específicas, em particular concretas e peculiares, conhecidas também como “ilhas de genialidade” e "prodígios" mas,...

ler mais
Coronavírus

Coronavírus

Devido à pandemia do Coronavírus as crianças e adolescentes estão sem aula e em casa. É preciso pensar em maneiras de tornar este período mais proveitoso e feliz em família, apesar de estarmos apreensivos. Dicas: checar os estudos, incentivar atividades pedagógicas,...

ler mais
Como tornar os dias em casa mais proveitosos

Como tornar os dias em casa mais proveitosos

Devido à pandemia do Coronavírus as crianças e adolescentes estão sem aula e em casa. É preciso pensar em maneiras de tornar este período mais proveitoso e feliz em família, apesar de estarmos apreensivos. Dicas: checar os estudos, incentivar atividades pedagógicas,...

ler mais
Orientações sobre coronavírus

Orientações sobre coronavírus

Em virtude da pandemia que estamos vivenciando de Coronavírus (COVID-19), fica aqui algumas considerações e orientações a respeito. Há também considerações para pessoas com TEA, cuidadores e seus familiares. Vale lembrar que se agirmos com responsabilidade para...

ler mais
Síndrome de Savant

Síndrome de Savant

A Síndrome de Savant ou Savantismo é caracterizada por um distúrbio psíquico que faz com que algumas pessoas tenham habilidades extraordinárias em áreas específicas, em particular concretas e peculiares, conhecidas também como “ilhas de genialidade” e "prodígios" mas,...

ler mais
Carnaval X TEA

Carnaval X TEA

O carnaval está aí. E a palavra-chave para esse período é RESPEITO, o que vale tanto para neurotípicos quanto para pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Nem todo mundo gosta da folia e isso deve ser respeitado. Porém, há quem goste de curtir em meio a...

ler mais