Blog

Desenvolvimento: cada criança tem seu tempo?

17/06/2021

“Cada criança tem seu tempo, desde que…”

Sabemos o quanto um diagnóstico precoce é determinante em casos de Transtorno do Espectro Autista (TEA), pois permitirá que sejam iniciadas o quanto antes as intervenções, possibilitando ganhos mais efetivos no desenvolvimento da criança e uma melhor qualidade de vida para ela e toda a sua família.

Além de conscientizarmos cada vez mais a sociedade a respeito do autismo, para que pais/responsáveis estejam, entre outros pontos, aptos a suspeitarem dos sinais de alerta para o TEA, necessitamos de profissionais com um olhar treinado para identificar quando algo relacionado ao desenvolvimento da criança não ocorre dentro do esperado.

Muitos pais ao “desconfiarem”de algum atraso ou comprometimento no desenvolvimento de seu filho costumam ouvir que “cada criança tem seu tempo”. De fato, características individuais devem sempre ser respeitadas, porém, “esse tempo” deve estar contido na curva de desenvolvimento típico, ou seja, dentro dos marcos do desenvolvimento (que são habilidades e comportamentos esperados e bem determinados para cada faixa etária).

Nesse sentido, vale destacar o importante papel dos pediatras que, respeitando as particularidades (características genéticas, clínicas, ambientais etc.) de cada criança, deverão, sobretudo, estar atentos aos marcos do desenvolvimento – cognitivo, motor, linguagem, social, e, diante de qualquer desvio nessa curva, encaminhar a criança o quanto antes para investigação e intervenção precoce.

Dra. Deborah Kerches

Dra. Deborah Kerches
Neuropediatria e Saúde Mental Infantojuvenil
Especialista em Transtorno do Espectro Autista (TEA)

Últimas publicações

Hiperfoco no TDAH

Hiperfoco no TDAH

No TDAH ocorre um prejuízo em regular a própria atenção, dificuldade em prestar atenção voluntariamente e no gerenciamento de tempo. Não só a distração, mas também o hiperfoco pode ser observado em algumas pessoas com Déficit de Atenção e Hiperatividade. O cérebro no...

ler mais
TEA – Dicas para os professores em sala de aula

TEA – Dicas para os professores em sala de aula

TEA - Dicas para os professores em sala de aula 1- Estar atentos e falar sobre os interesses dos alunos com autismo é uma maneira de obter vínculo, além de possibilitar variação para novos aprendizados. 2- Evitar usar frases com sentido figurado, duplo sentido,...

ler mais
Hiperfoco no Autismo

Hiperfoco no Autismo

Hiperfoco pode ser definido como uma forma intensa de concentração em um mesmo assunto, tópico ou tarefa e é bastante frequente em pessoas com transtorno do espectro autista(TEA), sendo um padrão de comportamento restrito e repetitivo. O hiperfoco também pode estar...

ler mais
Jogo Simbólico no Autismo

Jogo Simbólico no Autismo

O jogo simbólico é importante para o desenvolvimento da linguagem verbal e não verbal; do comportamento social; habilidades emocionais, cognitivas possibilitando recursos para o desenvolvimento. Para brincar de faz de conta é preciso pensar, elaborar, construir e...

ler mais
Imitação no Autismo

Imitação no Autismo

A imitação é uma habilidade fundamental para a aprendizagem em todas as esferas do desenvolvimento e em qualquer etapa de nossas vidas. Desde bebê aprendemos de acordo com experiências vividas através da observação e imitação. Observando o outro, nossos pares,...

ler mais
Contato visual no autismo

Contato visual no autismo

O contato visual é uma importante via para a comunicação, relações sociais e interpessoais, experiências e aprendizado. Para pessoas com autismo, o contato visual pode ser desconfortável pois fornece muitas informações e hiperestimula um cérebro já hiperexcitado. Já...

ler mais
Sentar em W

Sentar em W

Sentar em W é quando a criança se senta com os joelhos dobrados para frente e as pernas esticadas para os lados e os pés posicionados para fora dos quadris, em forma de “W”. Esse sentar é uma das posturas que a criança assume ao brincar e só passa a ser um problema...

ler mais
Setembro Amarelo: mês da prevenção ao suicídio

Setembro Amarelo: mês da prevenção ao suicídio

Setembro amarelo é uma campanha brasileira de conscientização sobre a prevenção ao suicídio, iniciada em 2015. Neste ano enfatiza a necessidade de atenção especial com o bem-estar e a saúde mental de crianças e adolescentes. O número de casos de suicídio e tentativas...

ler mais
Autismo e a inclusão escolar

Autismo e a inclusão escolar

A inclusão escolar não é só um desejo, mas um direito da pessoa com autismo. Nenhuma escola, pública ou privada, pode negar a matrícula de um autista ou cobrar por um professor auxiliar ou mediador escolar, quando necessário. Inclusão escolar não significa inserir a...

ler mais