Blog

Cuidado com promessas milagrosas

19/04/2019

Esta semana recebi vários questionamentos a respeito do MMS (Miracle Mineral Solution) e achei importante compartilhar com vocês algumas considerações.
Talvez vocês estejam acompanhando algo sobre a polêmica em torno do uso deste produto que “promete” ser a “cura do autismo” e de doenças como AIDS, câncer, malária, entre outras.

Apesar de ser proibido no Brasil, o produto é encontrado para venda na internet, o que levou a deputada federal @samiabomfim a cobrar explicações da Anvisa na última segunda-feira, dia 15.
Com isso, o assunto ganhou destaque novamente.

O MMS é um produto à base de cloreto de sódio (28%), que quando combinado com ácido cítrico, produz dióxido de cloro que é uma substância química não aprovada e não licenciada para qualquer uso terapêutico. Alguns dos problemas causados pelo uso/ contato com o dióxido de cloro são irritação e lesão de mucosas,
náuseas, vômitos e diarreia. Em casos mais graves, pode causar parada respiratória.

Ele se tornou famoso depois da publicação do livro “Milagroso Suplemento Mineral do Século 21”, de Jim Humble que afirma que a substância poderia promover a “cura para o autismo”. .
Este tipo de informação naturalmente pode iludir muitos familiares e pessoas que estão no Espectro Autista e isto pode oferecer riscos potenciais.

Após o questionamento da deputada Sâmia, a ANVISA se posicionou – “o dióxido de cloro é uma substância química normalmente utilizada em formulações de alvejantes e tratamento de água” que “não existe qualquer indicação ou aprovação deste produto para uso terapêutico” e que “a comercialização de uma substância com indicação terapêutica e sem aprovação da Anvisa é considerada crime contra a saúde pública”, concluindo que irá apurar a denúncia.

Por isso quero reforçar aos pais e pessoas com TEA, que não acreditem em tudo o que leem, que tenham sempre o “pé atrás” com substâncias que prometem cura e que consultem sempre um especialista no assunto e/ou médico que faz o acompanhamento.

Dra. Deborah Kerches

Dra. Deborah Kerches
Neuropediatria e Saúde Mental Infantojuvenil
Especialista em Transtorno do Espectro Autista (TEA)

Últimas publicações

Transtorno do Espectro Autista na CID-11

Transtorno do Espectro Autista na CID-11

🚨Atualização: No relatório final do site oficial da Organização Mundial da Saúde (OMS), não consta o código 6A02.4. site: https://icd.who.int/browse11/l-m/en 🧩Dessa forma constam os seguintes códigos para TEA na CID 11. 6A02 – Transtorno do Espectro do Autismo (TEA)...

ler mais
“O mundo pede saúde mental”

“O mundo pede saúde mental”

O mundo pede saúde mental”. Esse é o alerta da campanha Janeiro Branco de 2022, que chega, mais uma vez, com o objetivo de colocar em pauta questões e necessidades relacionadas à Saúde Mental. É um convite para que possamos estar atentos à nossa própria saúde mental e...

ler mais

Natal: dicas para crianças com autismo

O período de fim de ano traz à tona aspectos importantes relacionados a particularidades do Transtorno do Espectro Autista (TEA). Isso porque, acontecimentos e preparativos relacionados às festas de Natal e de Réveillon podem afetar, por diferentes motivos, crianças e...

ler mais
Autismo “leve” X Autismo “severo”

Autismo “leve” X Autismo “severo”

Muitas pessoas com autismo nível 1 (“leve”) relatam o quanto seus desafios costumam ser ignorados ou não valorizados. Isso se aplica ainda mais às meninas e mulheres no espectro nível 1. Da mesma maneira, autistas no nível 3 de suporte (“severo”) podem ter suas...

ler mais
Masking é prejudicial no TEA?

Masking é prejudicial no TEA?

A camuflagem social ou masking envolve um conjunto de estratégias que visam “camuflar”, “mascarar” comportamentos característicos do TEA a fim de se adaptar e atender às expectativas dos mais diversos contextos sociais. A camuflagem social também é uma estratégia...

ler mais
Prematuridade e autismo: existe alguma relação?

Prematuridade e autismo: existe alguma relação?

Muitas pesquisas têm se dedicado a descobrir se o nascimento prematuro contribui de alguma forma para maior risco de autismo, ou, ainda, se prematuridade e autismo podem compartilhar influências genéticas ou ambientais. Um estudo recente, considerado o de maior...

ler mais
O que você sabe sobre gagueira?

O que você sabe sobre gagueira?

A gagueira é um distúrbio neurobiológico da fluência da fala, que se manifesta na infância, podendo persistir na vida adulta. Até 3-4 anos pode ser considerado disfluência e faz parte do processo da linguagem. Quando persiste ou surge depois dessa idade, merece...

ler mais

Bullying e Transtorno do Espectro Autista

O bullying corresponde à prática de atos intencionais de violência, física ou psicológica, cometidos por um ou mais agressores contra um indivíduo ou grupo. Pode gerar prejuízos significativos na vida de muitas crianças e adolescentes, tendo eles desenvolvimento...

ler mais