Blog

Risco de obesidade infantil e condições do neurodesenvolvimento

03/06/2021

Algumas condições do neurodesenvolvimento e/ou deficiências, por diversos fatores, acarretam mais riscos de desenvolver obesidade entre crianças.

No Transtorno do Espectro Autista (TEA), por ex., o risco é aumentado devido a particularidades da condição, como: padrões alimentares seletivos e repetitivos (que podem incluir alimentos calóricos, o uso de alimentos como reforçadores, dificuldades na aceitação de alimentos mais nutritivos); uso de medicações que podem contribuir para o ganho de peso; distúrbios de sono; ansiedade; compulsão alimentar; sedentarismo, entre outras.
No Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH), há alterações no sistema de recompensa cerebral, o que pode fazer com que crianças e adolescentes com essa condição comam mais exatamente para obterem a recompensa e a motivação que o ambiente não lhes proporciona. Há também maior tendência para se desenvolver ansiedade (que está intimamente relacionada ao ganho de peso) que pode contribuir para uma alimentação mais inadequada.
Na Síndrome de Down, por vez, podem apresentar tendência à hiperfagia (ingestão compulsiva de alimentos), além de metabolismo basal cerca de 10 a 15% mais baixo em relação a outros grupos e menor tônus muscular o que pode dificultar a prática de exercícios físicos em alguns casos.

Vale ressaltar que, em qualquer situação, exposição a um tempo excessivo de telas predispõe a maior risco para obesidade.

Esses são apenas alguns exemplos de como certas condições podem aumentar o risco para desenvolvimento da obesidade – o que pede um olhar atento para que essa possível comorbidade seja tratada com a devida atenção. Crianças obesas têm mais chances de serem adultos obesos e desenvolverem doenças crônicas (diabetes, hipertensão), além de problemas de saúde física até psicossociais, que já podem começar a se manifestar na infância e que em muito prejudicam a qualidade de vida, como baixa autoestima, dificuldades de socialização, bullying, ansiedade e depressão.
Exercícios físicos, dieta equilibrada e uma boa qualidade de sono são fundamentais na prevenção e acompanhamento da obesidade.

Dra. Deborah Kerches

Dra. Deborah Kerches
Neuropediatria e Saúde Mental Infantojuvenil
Especialista em Transtorno do Espectro Autista (TEA)

Últimas publicações

Nunca foi tão importante falar sobre Saúde Mental

Nunca foi tão importante falar sobre Saúde Mental

Nunca foi tão importante falar sobre Saúde Mental. O aumento de transtornos ansiosos e transtornos de humor, especialmente depressão, entre adolescentes e jovens têm sido significativo nos últimos anos. A situação torna-se ainda mais preocupante com essa pandemia...

ler mais
Cérebro feminino e Transtorno do Espectro Autista

Cérebro feminino e Transtorno do Espectro Autista

🧠Há particularidades no funcionamento cerebral feminino e comportamentos que impactam na apresentação das características do Transtorno do Espectro Autista (TEA) e justificam por que o diagnóstico costuma ser mais tardio em meninas. 🧠Estudos sugerem que o cérebro...

ler mais
Cérebro e Neuroplasticidade

Cérebro e Neuroplasticidade

O desenvolvimento do cérebro humano inicia-se ainda no período intrauterino, o que vai estabelecer a arquitetura básica, funcionamento e conectividade cerebral do bebê. Qualquer insulto ou prejuízo já nessa fase pode impactar negativamente em relação à saúde física,...

ler mais
Transtorno de Pânico e Transtorno do Espectro Autista

Transtorno de Pânico e Transtorno do Espectro Autista

O Transtorno de Pânico (TP) é caracterizado por ataques de pânico recorrentes e inesperados (podendo ocorrer mais de 1x no dia) e em pelo menos um dos ataques foi seguido por 1 mês ou mais de preocupação persistente de ter novo ataque e/ou alteração comportamental...

ler mais
Ataque de pânico em crianças

Ataque de pânico em crianças

📌Ataque de pânico é uma crise de intenso medo e/ou ansiedade que atinge seu pico de intensidade em torno de 10 minutos e dura por volta de 10 a 30 minutos, acompanhada de sintomas físicos. Embora “breve”, parece durar uma eternidade. É mais frequente em adultos e...

ler mais
Ataques de pânico noturnos em crianças

Ataques de pânico noturnos em crianças

Ataques de pânico podem ocorrer em qualquer momento do dia, porém, os noturnos apresentam algumas particularidades. Se diferenciam dos diurnos exatamente por serem ainda mais inesperados (sem qualquer previsibilidade sobre sinais que o antecedem). O ataque de pânico...

ler mais
Tratamento no TDAH

Tratamento no TDAH

O TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade) é o transtorno neurobiológico mais comum da infância e frequentemente acompanha o indivíduo até a fase adulta. Seu diagnóstico é clínico e possui critérios operacionais bastante claros e definidos. Possui 3...

ler mais